.

NOTÍCIAS

Prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, recebe duras críticas após estabelecer novos decretos para o combate à Covid-19

Publicado

em

Reprodução do Instagram do Emanuel Pinheiro

O Prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, causou uma grande polêmica em sua rede social nessa quarta-feira (10) ao divulgar a todos os moradores da região as novas medidas para proteger a saúde e a vida das pessoas frente a pandemia causada pelo novo coronavírus (Covid-19).

“Como sempre digo e repito; se for necessário tomaremos todas as medidas para proteger a saúde e a vida das pessoas. Conforme explicado na live, para manter a taxa de transmissão da covid-19 em Cuiabá, baixamos o decreto n. 7.956”, informou Emanuel Pinheiro em sua publicação no Instagram.

Na publicação consta alguns decretos e medidas que serão aplicadas na cidade de Cuiabá. A partir do dia 15 de Junho, segundo o novo decreto, os salões de beleza, barbearias e congêneres poderão funcionar em horário reduzido, das 13h às 19h. Já os bares, restaurantes, lanchonetes e congêneres terão seu horário de funcionamento alterado, podendo funcionar de terça à domingo no almoço das 11h às 15h e no jantar das 17h30 às 21h30. Além disso, a nova lei também reafirma que está proibido o atendimento de clientes no balcão ou em pé.

A suspensão das aulas na rede pública e privada também foi prorrogada até o dia 12 de julho. Sendo que, o Prefeito estabeleceu que o dia 12 de junho será um ponto facultativo. Sendo assim, muitas empresas poderão liberar os seus funcionários.

Uma das decisões mais drásticas e que causou mais revolta na população foi o toque de recolher. Esse, por sua vez, será aplicado das 22h30 às 5h todos os dias da semana a partir do dia 13 de junho até o dia 28 do mesmo mês. Segundo o decreto, estará proibido a locomoção de qualquer cidadão neste horário, exceto para as atividades essenciais. Sendo assim, o transporte coletivo funcionará apenas para atender esses serviços.

Ao final da publicação realizada em seu Instagram, Emanuel Pinheiro ainda faz uma recomendação para todos os seus seguidores e moradores de Cuiabá: “a recomendação da prefeitura continua sendo a mesma. Se puder, FIQUE EM CASA!”.

A publicação causou uma grande polêmica na rede social do Prefeito de Cuiabá. Muitos moradores, inconformados com as medidas estabelecidas no decreto, não deixaram de demostrar a sua insatisfação por meio dos comentários. “Toque de recolher é assinatura de INCAPACIDADE DO SERVIÇO PUBLICO. Pedir para o povo ficar EM casa é mais fácil do que agilizar políticas de saúde pública, abrir leitos, equipar as equipes que estão na frente do Combate da pandemia”, escreveu um dos seguidores de Pinheiro.

Prefeito isso é um absurdo, todas as cidades do pais já estão abertas. Você não tem direito de fazer isso com a cidade. Você faz porque não está na pele dos mais fracos, que precisam trabalhar”, comentou outra seguidora revoltada com toda a situação. A publicação também recebeu comentários como: “você deve estar de brincadeira com toque de recolher depois das 22:30h! Estou deixando de ver pessoas que gosto porque a população, em sua maioria, é irresponsável, e porque o prefeito não toma as medidas eficazes e quer tapa o sol com peneira! Muito  obrigada pelo desserviço, prefeito”.

Os comentários realizados receberam o apoio de muitos outros moradores da região. Confira abaixo a publicação completa realizada por Emanuel Pinheiro em seu Instagram, bem como, a revolta que foi causada graças ao decreto estabelecido pela Prefeitura de Cuiabá.

View this post on Instagram

Como sempre digo e repito; se for necessário tomaremos todas as medidas para proteger a saúde e a vida das pessoas. Conforme explicado na live, para manter a taxa de transmissão da covid-19 em Cuiabá, baixamos o decreto n. 7.956, confira os principais pontos: ?? . ?? Prorrogada a suspensão das aulas na rede pública e privada até 12/07. . ?? 15/06: salões de beleza, barbearias e congêneres em horário reduzido das 13h às 19h. . ?? Alteração no horário de bares, restaurantes, lanchonetes e congêneres: Terça a domingo; almoço 11h às 15h e jantar 17h30 às 21h30 (Proibido atendimento de clientes no balcão ou em pé). . ?? 13/06 a 28/06: Toque de recolher das 22h30 às 5h; Proibição de locomoção de qualquer cidadão neste horário, exceto atividades essenciais. . ?? Durante o período de proibição de circulação, o transporte coletivo funcionará para atender serviços essenciais. . ?? Ponto facultativo no serviço público na sexta 12/06. . ?? A íntegra do decreto já está disponível no site da prefeitura. . ?? A recomendação da prefeitura continua sendo a mesma: Se puder, FIQUE EM CASA!

A post shared by Emanuel Pinheiro (@emanuelpinheiromt) on

Publicidade

Destaque

Tecno Notícias