.

TECNOLOGIA

App brasileiro ajuda fumantes a largarem o cigarro através de medico virtual

Publicado

em

597_plgNewsPoster

Para muitos o vicio em em cigarros se torna um grande desafio principalmente quanto tentam parar de fumar. A Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) lançou um assistente virtual pensando justamente nesse tipo de dificuldade. O fumo acaba causando mais de mil mortes por dia, informa o Craniômetro da SBC, trazendo mais chances de o usuário sofrer de acidente vascular cerebral e de ter doenças relacionadas abstração pulmonar.

De acordo com o Centro de Pesquisa e Educação para Controle do Tabaco da Universidade da Califórnia (UCLA), um estudo sobre os males do uso constante, revelou que tanto aquele que usa tabaco, como quem fuma cigarros eletrônico possuem a chance maior de contrair infecções pulmonares mais graves. E foi ai que esse assistente surgiu, disponibilizado pela SBC, com a intenção de simular um ser humano conversando com quem possui alguma duvida. O sistema recebeu o nome de Dr. Cardiol e Jaqueline Scholz, a coordenadora de ações relacionadas ao tabagismo, disse que já usava esse programa e resolveu configurá-lo para responder as perguntas do pacientes e responde-los de forma adequada.

“Como se fosse uma coisa mais interativa. Essa inteligência artificial usou o meu conhecimento adquirido ao longo de muitos anos no tratamento de fumantes, e transferiu para esse sistema. Espero que isso possa ajudar as pessoas nesse momento em que o isolamento é necessário, quanto menor a circulação melhor, mas que elas possam tomar uma providência nas suas casas ou onde estiverem”, afirma a coordenadora.

597cd9c0884f8c46865a31169dd27f10

O mecanismo lida com o usuário de acordo com seu  estagio de vicio e uso do cigarro. “O chatbot vai respondendo e orientando o paciente nesse sentido. Ele vai tendo essa interação e a gente espera poder responder boa parte das perguntas”, acrescentou ela.

O sistema ainda possui a capacidade de responder algumas perguntas mais complexas e que necessitam de maior trato humano, como por exemplo: “Como contar com o apoio da família?” respondendo e aconselhando como a relação familiar é importante e pode ajudar durante esse tratamento.

Atualmente se estima que existam 20 milhões de fumantes em território Nacional. “A gente tem que ajudar essa massa crítica, principalmente agora, com essa pandemia (do novo coronavírus), em que os fumantes agravam o fator de risco. A SBC está dando os instrumentos para as pessoas possam saír dessa condição de risco, não só pela covid, mas pela saúde como um todo. O cigarro abrevia a vida, está relacionado a inúmeras outras doenças e, com certeza, o melhor que o fumante pode fazer pela saúde dele é deixar de fumar”, diz a medica.

Publicidade

Destaque

Tecno Notícias