.

TECNOLOGIA

Valorant: versões mobile falsas enchem os celulares dos jogadores de vírus

Publicado

em

capa-requisitos-minimos-para-rodar-valorant-no-pc

O game Valorant desenvolvido pela Riot Games já conta com milhões de jogadores pelo mundo, mesmo que seu lançamento oficial esteja marcado para 2 de junho. A empresa disponibilizou aos fãs um acesso antecipado no ultimo mês, que permitiu que os jogadores testassem a qualidade do game. O beta do jogo ficou aberto por tempo limitado, e aqueles que não entraram terão de esperar o lançamento que nem esta tão longe.

Porem, alguns hackers criaram uma serie de malware disfarçados de “acesso antecipado a Valorant”, sabendo que os jogadores que não conseguiram iriam tentar achar uma forma de entrar no game após o período de testes. Esses acessoas foram direcionados para o iOS e Android e foram espalhados pelo YouTube e varias pessoas já os viram.

A empresa Doctor Web foi a primeira a descobrir o fato, e distribuiu um pacote de softwares antivírus homônimo. A empresa focada em segurança emitiu um comunicado sobre o assunto: “Especialistas da Doctor Web descobriram uma campanha fraudulenta que tem como alvo usuários de dispositivos móveis. Cibercriminosos estão publicando vídeos enganosos no YouTube, promovendo uma suposta versão mobile de Valorant e incentivando usuários incautos a instalá-la. Na realidade, porém, um trojan é que está sendo instalado ao invés do jogo verdadeiro. Esse trojan ajuda os criadores de malwares a obterem várias recompensas de programas de afiliados online”.

Todos os jogadores devem saber que o game esta disponível exclusivamente para computadores, assim como o beta que foi liberado no dia 7 de Abril. A Riot já apontou que talvez uma possível versão de Valorant para dispositivos mobile possa surgir no futuro. Porem, não existe nada confirmado até o momento.

O golpe consiste em fazer com que o usuário siga as orientações do vídeo, sendo direcionado para um site que disponibilizaria a versão mobile de Valorant, no qual dois links de download falsos são exibidos. Clicando em qualquer um deles, uma página  com a marca da Riot Games é exibida, mas o usuário é redirecionado a outra página, que pede que ele baixe mais dois apps  desconhecidos.

“Se um visitante tentar usar o link por meio de um dispositivo iOS, o site vai redirecionar o pedido para um portal de programa de afiliados. Se o acesso for feito de um aparelho Android, o arquivo ‘.apk’ chamado ‘Android.FakeApp.176’ é que será baixado ao invés do ‘jogo’”, diz a Doctor Web.

Se baixado, os vírus irão forças anúncios e pesquisas de opinião indesejadas no celular do usuários, gerando renda para os golpistas.

Publicidade

Destaque

Tecno Notícias