.

TECNOLOGIA

Lojas de chips de destrave do Switch são processadas pela Nintendo

Publicado

em

Lojas-de-chips-de-destrave-do-Switch-são-processadas-pela-Nintendo

Portais que trabalhavam realizando a venda de recursos para destravar o Nintendo Switch passaram a cair após receberem processos da própria empresa. Por conta disso, aqueles que haviam comprado chips em, pelo menos, nove lojas online estavam sendo desfeitas, porém sem que uma notificação da própria plataforma afirmasse que as portas estavam sendo fechadas. Isso, justamente por conta do fato de que, por terem sido processadas, as lojas acabaram caindo, antes mesmo que uma justificativa pudesse ser oferecida para os clientes.

Os chips de destrava do Switch prometem maravilhas para os seus usuários, isso porque, na propaganda, com o destravar do aparelho, o mesmo terá um desempenho acima do atual, além da possibilidade de conseguir fazer com que aplicativos que tenham sido desenvolvidos de forma não-oficial sejam executados. No entanto, é sabido que esses chips acabam por fomentar todo um sistema pirata, por meio da execução de games que não são oficiais, quais não poderiam ser rodados no Switch sem a presença dos chips de destrave. Por essa razão, é notória a busca, por parte da Nintendo por abafar essas iniciativas, de modo que a pirataria em seus dispositivos sejam abafadas através de atualizações constantes.

Porém, seria ingenuidade acreditar que essas lojas de ferramentas que formentam a pirataria aceitariam essa repressão de bom grado. A grande demonstração disso é o fato de que houve uma dessas que passou a utilizar outro endereço que não havia sido atingido pela iniciativa da Nintendo, para que dessa maneira continuasse com as comercializações de seus produtos. Por fim, vale apontar que das nove lojas que sofreram a repressão, três continuam em atividade. Portanto, ainda que tenha tido algum sucesso parcial, nota-se que essa iniciativa não foi de todo frutuosa, visto que as lojas online conseguiram encontrar meios alternativos de seguir com a venda dos chips de destrave do Nitentendo Switch.

 

Publicidade

Destaque

Tecno Notícias