.

TECNOLOGIA

Instagram pagará usuários por vídeos no IGTV através de anúncios

Publicado

em

Instagram-pagará-usuários-por-vídeos-no-IGTV-através-de-anúncios

Foi revelado pelo Instagram ainda nessa quarta (27/05), que os produtores de conteúdo para a plataforma da rede social terá um suporte financeiro. Isso porque os vídeos a partir dessa novidade, os vídeos que são produzidos para o IGTV receberão anúncios, o que permitirá a geração de receita. Além disso, está em fase de análise a possibilidade de um seguidor comprar um emblema nas transmissões de vídeo em tempo real, recurso semelhante aos membros do YouTube. Dessa forma, os usuários passam a ter a possibilidade de conseguirem renda por meio da produção de vídeos, o que pode ter como consequência um uso em maior quantidade da plataforma.

Por meio de um texto oficial, o Instagram trouxe a tona que as propagandas surgirão na tela quando os usuários escolherem por seguirem assistindo um vídeo no IGTV, assim quando provém da tela inicial da rede social. Por mais que os usuários do Instagram tenham a possibilidade de não assistir aos comerciais, bastando deslizar a tela, é válido informar que em sua totalidade, os comerciais poderão ser de até quinze segundos. Porém, não será destinado todo o recurso captado por meio das propagandas para os produtores de conteúdo, antes disso, o usuário terá fatia de  55% do mesmo.

Por fim, cabe lembrar a respeito dos Badges, que foram citados anteriormente como os emblemas. Esses permitirão que os usuários consigam comercializar um espaço de destaque para aqueles usuários que desejem, sendo representados através de corações, sendo o máximo 3. É claro que, pelo fato de serem distintos os emblemas, há uma certa relação de hierarquia e para pagar pela mais alta, será necessário desembolsar um valor superior. Os emblemas são por volta de  US$ 0,99 (R$ 6), US$ 1,99 (R$ 10) e US$ 4,99 (R$ 25). Diferentemente dos anúncios que aparecerão, esse recurso terá receita exclusiva para os produtores, no entanto, não está excluída a possibilidade de que a rede social participe dos lucros posteriormente.

Destaque

Tecno Notícias