.

TECNOLOGIA

Estudo aponta que a imensa maioria dos ataques virtuais visam o lucro

Publicado

em

Estudo-aponta-que-a-imensa-maioria-dos-ataques-virtuais-visam-o-lucro

É consenso geral de que os bandidos agem, em grande maioria, com a motivação de conseguirem dinheiro de forma indevida. Para reforçar esse fato constatado pela maioria das pessoas (infelizmente, algumas de forma empírica), a Verizon realizou um estudo que foi compartilhado nessa terça (19/05). Nele a atividade dos bandidos virtuais tem como maior foco a espionagem, por meio da qual consegue obter vários ganhos.

Segundo o relatório divulgado, somente 10% das iniciativas criminosas não tiveram como finalidade a obtenção de lucro, sendo que esse estudo teve como substrato de pesquisa um valor superior a 32 mil iniciativas.
Por mais que o relatório aponte que o número das ações dos bandidos digitais tenham dobrado em relação ao ano passado, é esperado que esse valor cresça ainda mais em decorrência do novo coronavírus, que acabou por intensificar o uso dos sistemas digitais, por conta do isolamento social.

Para se ter uma ideia de que as iniciativas têm, em sua maioria o objetivo de conseguir lucro e, não apenas espionagem, basta apontar que o relatório define que somente 14% dos casos não possuem o intuito financeiro, ao menos imediato. Por essa razão, recomenda-se que todos os cuidados sejam tomados, sobretudo nesse período de quarentena, quando as iniciativas criminosas se fazem cada vez mais comuns.

Publicidade

Destaque

Tecno Notícias