.

ECONOMIA

Uber é acusada de ser a responsável por falir a Sidecar

Publicado

em

Uber-é-acusada-de-ser-a-responsável-por-falir-a-Sidecar

Quem protagoniza mais um problema na justiça é a Uber, essa que será levada ao tribunal após ser acusada de eliminar um concorrente do mercado através, após medidas que inviabilizaram a permanência no mercado da Sidecar. Isso porque a Uber teria mantido preços que foram considerados como predatórios, ou seja, colocados de modo proposital para eliminar a concorrência que vinha sofrendo com o serviço anteriormente citado. Segundo o juiz de São Francisco, California, Joseph Spero, a Uber foi processada pela SC Innovations, nome que surgiu depois do falecimento da Sidecar. Por meio deste, a empresa busca demonstrar que a Uber tinha o intuito de assumir o total controle no comércio das viagens compartilhadas. Ocorre que essa medida predatória acaba por configurar um crime, mas somente se for entendida enquanto tal. Mas essa já é a segunda versão do mesmo processo que havia sido negado pelo juiz.

No processo a SC Innovations aponta que a Uber fez o que estava ao seu alcance para retirar da competição os pequenos serviços que estavam surgindo. Dentre esses se encontra a Lyft, empresa de transportes norte-americana. Além disso, o serviço de corridas foi acusado de realizar criar obstáculos no próprio mercado para que a competição entre as empresas fossem prejudicada, culminado no consequente benefício da Uber.

Por fim, vale apontar que a Sidecar acabou fechando suas portas há cinco anos atrás. Após isso, em 2016, comercializou os seu ativos para a General Motors Co.

Concorrência desigual?

Há pelo menos oito anos, a Uber vem sendo encarada como um serviço que não gosta de ter ninguém competindo pela parcela do mercado ao seu lado. Isso porque a mesma empresa já foi denunciada por reduzir o preço pago pelo cliente do serviço. Ao mesmo tempo em que oferecia uma remuneração acima com comum. Dessa maneira, a empresa poderia acumular um número significativo de adeptos à sua plataforma, contentando motoristas e passageiros. Todavia, é claro que para os pequenos negócios que estavam buscando algum espaço no mercado desse mesmo serviço isso não foi nada bom.

Publicidade

Destaque

Tecno Notícias