.

TECNOLOGIA

Facebook lucra US$ 17,74 bilhões apenas no primeiro semestre de 2020

Publicado

em

Facebook-lucra-US$-17,74-bilhões-apenas-no-primeiro-semestre-de-2020-

Nessa quarta (29/04), o Facebook trouxe a tona um relatório sobre sua receita nos primeiros três meses desse ano. De início é possível pontuar que o resultado foi surpreendente. A rede social conseguiu levantar um lucro bastante além do que era aguardado pela mesma, o que representa um grande feito para a mesma.
Com 10% de aumento nos usuários, Facebook conseguiu acumular no primeiro trimestre de 2020 2,6 bilhões de usuários. Além do valor de US$ 17,74 bilhões, assim com crescimento apenas duas casas a menos que 20% em relação ao ano passado. Enquanto isso, dentre os gastos da companhia somou-se US$ 4,9 bilhões.

Porém, quando levado em consideração o número dos usuários que dos app que fazem parte do grupo Facebook,  a cada 30 dias há uma quantidade crescente de 2,99 bilhões. Dentre esses se encontram, por exemplo, o WhatsApp e Instagram, que são recursos de interação mito procurados em todo o mundo. Essa tríade funciona muito bem e até em conjunto. Já que quando se leva em consideração que cada rede social dessas citadas distribuem o seu público alvo, os serviços do grupo como que se diversificam. Ampliando, dessa forma, crescentemente o número de usuários com interesses distintos.  Em outras palavras, há uma consequência do fato de cada aplicativo desses ter um foco. O Instagram, por exemplo, o compartilhamento de fotos e vídeos, faz com que uma parcela maior da porcentagem do público seja atingida.

Quarentena

Facebook-lucra-US$-17,74-bilhões-apenas-no-primeiro-semestre-de-2020

Por fim, é possível também relacionar esse crescente uso das redes sociais com a atual situação enfrentada por todo o planeta, a saber a pandemia do novo coronavírus. Como o COVID-19 força os indivíduos a permanecerem em suas casas, era bem esperado que os usuários das redes sociais intensificassem sua busca por interação virtual. E, realmente, foi o que aconteceu. Isso é admitido pela própria companhia que, por meio de uma nota revela que ocorreu através o do isolamento social, o engajamento na rede social, muito embora a publicidade tenha tomado outro cenário.

Destaque

Tecno Notícias