.

ECONOMIA

Covid-19: Notícia positiva causa a queda do dólar

Publicado

em

Covid-19-Notícia-positiva-causa-a-queda-do-dólar-.png

As reações positivas no mercado financeiro gerada pelos avanços medicinais. Nessa quarta-feira (29), o dólar chegou ao seu terceiro dia de queda contra o real, após um período sequencial de super inflação. Dessa maneira, enquanto o pregão, a moeda americana, em sua versão comercial, ficou em R$ 5,355, com uma baixa de 2,9%. Já na modalidade de turismo, a redução foi de 2,8%, com venda de R$ 5,57%. Asim, os valores apresentam um aumento na economia nacional, mas também significa a primeira queda desde o início da pandemia.  

Portanto, hoje, 30 de abril, a moeda retornou a subir com influencia da baixa na projeção do PIB para os principais países europeus. Assim, o valor do dólar chegou a R$5,45.

Assim, o motivo da queda nesta quarta-feira foi divulgada pela empresa farmacêutica Gilead, onde disse que seu medicamento (remdesevir) mostrou reações contra o teste do novo coronavírus.

No entanto, caso o tratamento tenha resultados, é sobre uma expectativa de melhoria clínica e portanto, o controle do contágio em todo o território nacional. 

Portanto,  para o mercado, a notícia se mostra positiva, deve considerar que vai poder se juntar no afrouxamento das quarentenas e o retorno das atividades, que vai aumentar o Produto Interno Bruto (PIB). Dessa maneira, desde o começo da pandemia, as estatísticas mostram uma retratação de 4,8% apenas no primeiro semestre.  

“O PIB foi muito ruim. Se não fosse pelo medicamento, o mercado iria piorar bem”, disse Bruno Lima, analista de renda variável da Exame Research.

A avaliação americana do dólar 

Nos Estados Unidos estão vivendo também uma instabilidade e crise. Assim, a região mostrou o maior número de infectados e mortes em todo o mundo. Portanto, já foram 60 mil óbitos em todo o país, somente entre os dois últimos meses.

Assim, em meio a esse cenário, o Federal Reserve (Fed) vem deixando uma baixa em sua taxa básica de juros, ficando entre 0% e 0,25%de maneira que possa fomentar a economia. Dessa maneira, a decisão quer conseguir uma reação do mercado, que está parado por causa do isolamento social.  

Segundo o presidente Fed, Jerome Powell, vão ser usadas todas as ferramentas para garantir e reduzir os efeitos da pandemia na economia do país. Assim, ele diz que, com a aplicação das estratégias de contenção. Assim, está esperando o mercado internacional reaja de forma positiva.  

No entanto, na última sessão, o dólar fechou com uma baixa de 2,6%, apresentando uma cotação de R$ 5,517. Portanto, na última semana, sua baixa era de cerca de 5,5% frente ao real. 

 

Destaque

Tecno Notícias